sábado, 25 de abril de 2009

O lado de fora.

As pessoas não têm educação.
Não querem ouvir,
Não querem falar,
Não querem.
Nem tampouco têm respeito
Não estão nem aí
Para você, para mim
Não estão.
Elas não gostam de você.
Não se importam comigo.
Têm mais o que pensar

E eu?

Bem, eu
Já quis que fosse diferente
E embora hoje não mais importe
Ainda não acostumei
A viver neste desapego.

Mas quem disse que devo?
...

As pessoas não aceitam a verdade.
Têm medo
Têm vergonha
E fogem.
As pessoas criam as próprias verdades.
E conseguem conviver tão bem com isso.

E eu?
Bem, eu
...

As pessoas não perdem tempo
Não, não perdem dinheiro
Pra não perderem o emprego
Elas perdem pessoas.
E ainda dizem ter medo
De perderem a si próprias

Mas e eu?

Bem, eu
Terei de me desapegar?
Terei de as ignorar?
Terei de...Espere!
Aquele é o meu vôo!

Um comentário:

Li disse...

Desculpe invadir mas vi o seu blog em alguns amigs em comum ,resolvi ler e adorei o poema.