segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Pensamento XIV

E essa questão de entender é que é cada vez mais ignorada. Ainda assim, prefiro.

2 comentários:

N. Ferreira disse...

Preferimos :)

Pipa. A que sonha. disse...

Tenho vivido em um ambiente agressivo e estressante. Mas à sua semelhança, procuro entender de liberdade, de alegria, de medo, de tristeza. Penso que isso vai me fazer sentir segura no território da emoção. E quando eu alcançar a verdaderia serenidade espiritual (desse entender) eu nunca mais serei a mesma. Está perto. Eu sinto.


Um abraço.