sábado, 24 de julho de 2010

Aposto



Cuida deste teu rosto
Gosto deste teu gosto
Faço meu peito imposto
A teu punhal, exposto

Teu olhar, meu encosto
Teu pecado, um desgosto
Mas me mostro disposto
Neste verso, composto

Teu coração, em posto
E teu medo, suposto
Meu arrepio, oposto
Eu, em mim, decomposto.

Nenhum comentário: