segunda-feira, 24 de junho de 2013

Nameless

Quis provar do teu mistério
E agora estou aqui

Tentando te entender
Tentando decifrar você
Seus olhos me confundem
E esse silêncio,
já não sei

Tentando descobrir
O que me trouxe até você
O que te trouxe a mim?
Por que não deu pra me esconder?

O gosto do café na boca
Amargo
Pensou que podia vencer
Seus medos
Jurava que ia conseguir
Olhou nos olhos e perdeu
Seu tempo

Lembrou daquele encontro, então
Bem tarde
Chegou a cogitar, talvez,
Futuro
Resolveu desprezar toda a
Verdade
Continuar com tudo, então

Passa das quatro horas
Não quero nem tentar dormir
Ou você vai embora (outra vez)
Ainda não sei me despedir

Passaram dois, três dias
Não soube nada de você
Mas logo você volta
Bagunçando tudo outra vez


Nenhum comentário: