quarta-feira, 24 de julho de 2013

Amor pra recomeçar



Te desejo, vez em quando na vida, últimos capítulos de novela. Todos se desculpando, quem era durão agora podendo chorar e os amores que não deram certo durante estes meses, que finalmente se tornem casamentos.
Inclusive o seu.
Desejo que você continue com seus escudos, e até os melhore, mas que vá a partir de agora aprendendo a usá-los nos momentos certos, e a derrubá-los no chão quando der. Só aviso que para isso vai ter que apanhar muito de cara limpa, e peço que não tenha medo.
Desejo não estar por perto quando isso acontecer. Ainda me machuca ver você se machucando e ter que deixar acontecer.
Rezo para o meu Deus pedindo que você não caia nestas armadilhas perigosas que estão aparecendo [às vezes, tão bem disfarçadas só pra ti]. A gente não tem tempo suficiente pra errar todos os erros do mundo, então que você pegue este clichê e anote bem os erros dos outros.
E que todo este veneno que injetam em ti entre em suas veias, e te faça mais forte, e que você se encha de toda a parte má. Só é possível ser uma boa pessoa quando se sabe do que o mal é capaz, e isso é tanto, tanto.
Você está no ápice da melhor parte, na metade da pior parte, no terço das consequências, no quarto da sabedoria. Saiba disso, mas não pense nisso.
Toda essa intensidade e não-comemoração se dá pela distância, entenda bem. Entenda que te quero bem e que me incomodam muitas coisas. Faz tempo que adquiri minha liberdade, e você está começando agora. Você demorou tanto pra chegar que me prendi, e agora é hora de começar tudo de novo. Onde, se não aqui? Quando, se não agora?
Se não te desejo luz, paz, dinheiro, que você realize todos os seus desejos e tudo mais, você saberá bem porque. Guarde bem o que é dos outros, traga-me sua melhor parte, que o que é seu já está aqui.

Nenhum comentário: