terça-feira, 5 de julho de 2016

Pensamento XVII

Escrito em Abril de 2011, em um momento de paz em meio à toda essa turbulência. Que saudade.

Quando o período é de paz, as loucuras deixam de se manifestar. Não deixam de existir, não desaparecem, mas de alguma forma não estão aqui. Vai saber.
De qualquer maneira, tem lá sua parte boa estar em paz: este é o momento de observar as loucuras que estão à volta.

Nenhum comentário: